terça-feira, dezembro 05, 2006

Fórum Monarquia-Portugal dá lugar a Fórum da Democracia Real


Muito boa tarde a todos!

Hoje, 5 de Dezembro do ano 2006, ficará na História do Ideal Monárquico como o dia em que após dois anos de intensiva actividade, o Fórum Monarquia-Portugal muda o seu nome para "Fórum da Democracia Real".

Porquê?

Porque ao fim de 2 anos entendeu-se que era chegada a hora de além de sermos fiéis a Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança e Chefe da Casa Real Portuguesa, também somos Fiéis ao seu pensamento político e linha condutora.

Seremos criticados pelos mais conservadores, mais é imperativo que TODOS os Monárquicos tenham a clara consciência de que o nosso objectivo último é dar um Rei à Republica, num período de Transição Democrática, que passará primeiro por conseguir alterar a alínea b) do artigo 288 da Constituição da Republica Portuguesa.

Não é um trabalho fácil. Voltar a ter um Rei em Portugal pode ser até visto por alguns como uma utopia, algo completamente impensável. Mas, eu não posso, nem devo pensar dessa maneira. Estou plenamente ciente das dificuldades. Acredito, como sempre acreditei que as tarefas difíceis são muitas vezes as que nos dão mais prazer em fazê-las.

A partir do momento em que a Causa Monárquica deu lugar à Causa Real e às Reais Associações, também foi uma mudança de Era no Ideal Monárquico. Era fundamental chegar aos Portugueses. Ainda não se fez o suficiente para cantar vitória. Há um longo e duro trabalho pela frente. Mas, ensinaram-me desde pequeno a acreditar que tudo é possível.

A mudança hoje registada no Fórum da Democracia Real (ex-Monarquia-Portugal) é claramente no sentido de dizer aos Portugueses que ter um Rei é tão democrático (ou se calhar até mais) do que ter um Presidente. Que a Monarquia Parlamentar e Democrática não é uma Ditadura de extrema-direita, que o absolutismo já era, que os ideais monárquicos do início do século XX de teor mais conservador não fazem sentido num mundo actual da Globalização. É preciso renovar completamente o Ideal Monárquico e é também necessária uma Nova Atitude perante um mundo tão complexo. Não podemos, nem devemos viver com o passado na mente. Temos que pensar no futuro de Portugal e do mundo onde Portugal se enquadra.

Democracia Real é um conceito já usado muitas vezes por Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte e ajusta-se perfeitamente ao que todos os Monárquicos devem abraçar com entusiasmo e no partido do serviço que se presta diariamente a Portugal.

Quero todavia chamar a atenção para o facto de esta mudança de nome não implica (pelo menos nos próximos tempos) a uma mudança de URL, portanto todas as pessoas que quiserem visitar o Fórum da Democracia Real, utilizarão o actual URL que é: http://monarquia-portugal.forumactif.com . Tudo isto é um processo demorado. É uma transição que demora o seu tempo. O Fórum está ligado a muitos sites e Fórums e blogs no universo internáutico. O que se fez hoje, é um passo.

Quero também dizer que a partir desta data oficialmente há uma Administração Nacional, presidida por mim e umas Administrações Regionais presididas pelos Vice-Administradores que nomearam os seus Colaboradores Regionais. Queremos com isto, chegar a cada vez mais pessoas que se revejam no Ideal Real, mas também é fundamental termos republicanos no Fórum no sentido de aprofundar o debate, falando não só na questão "Monarquia vs Republica", mas também falando em Causas Comuns "sem complexos".

Quis, por bem partilhar com os meus caros colegas deste Blog de Causas e com todos os que nos visitam e lanço o desafio para que também se registem no Fórum da Democracia Real e venham discutir connosco o futuro de Portugal.

Um Forte Abraço Real a Todos Vós,
David Garcia,
Administrador do Fórum Democracia Real

4 comentários:

Paulo Selão disse...

Apoiado! Só acho que também se deve deixar bem explícita a separação entre a política e a religião. Não são raras as vezes que a questão religiosa não seja chamada à baila quando se fala em Monarquia. Deixemos pois a religião de lado até porque a laicidade do Estado é um dado adquirido; como deve ser. É obvio que um Estado moderno é religiosamente neutro. A Restauração da Monarquia em Portugal é na sua essência um projecto político que se crê (eu creio apesar de não professar o Catolicismo) que seria muito melhor para Portugal e que deve atrair para a sua causa pessoas dos mais diversos credos. A referência sistemática à Igreja Católica pode gerar muitos anti-corpos nos mais diversos quadrantes sociais e pode ser aproveitado para desacreditar o movimento.
Pessoalmente, eu não tenho dúvidas, a Restauração da Monarquia em Portugal é apenas uma questão de tempo.

lusitano79 disse...

Caro amigo,

Um sincero obrigado pelas suas palavras. Convido-o desde já a registar-se no Fórum da Democracia Real. Precisamos de todos os que acreditam no Ideal Real.

Abraço,
David Garcia

Anónimo disse...

Apoio Paulo Selão. Separação entre Igreja e Estado é um favor que Afonso costa inconscientementre fez Á Igreaja Católica e ao estado Português. MAs eu só não diria que o estado é laico pois isso parece já opção na questão religiosa. Diria que é democrático. NO resto concordo totalmente.

Anónimo disse...

Queria ainda acrescentar, depois de pensar melhor. O Estado é secular, um poder distinto do poder espiritual ou religioso.
ESTE ASSUNTO È VITAL!!!!!!