quarta-feira, janeiro 17, 2007

MATRIMÓNIO: TAMBÉM RECOMENDAMOS!...


(Fotografia de Tiago Estima)

Estudos defendem que "casar faz bem à saúde"

Porto, 18 Jan (Lusa) - Um estudo norte-americano divulgado na reunião anual da Sociedade Americana de Sociologia, hoje divulgado no Porto, revela que o casamento faz bem à saúde. O estudo, realizado pela Universidade de Ohio, sustenta que "casar fortalece o sistema de defesa do organismo e contribui para a resolução de problemas de depressão". Os investigadores Adrianne Frech e Kristi Williams, autores do estudo, consideram que "os efeitos do casamento atingem níveis bastantes satisfatórios ao nível emocional". O estudo norte-americano teve como base de trabalho um inquérito realizado a pessoas casadas, tendo também sido inquiridos cerca de três mil solteiros norte-americanos, que se pronunciaram sobre «sintomas de depressão, solidão e problemas de insónia».

Existem também dois outros estudos, realizados em Inglaterra, nas universidades de Birmingham e de Warwick, que também concluíram que "a relação a dois se torna positiva, também, na prevenção de doenças cardíacas e do vírus da gripe". A explicação dos pesquisadores ingleses aponta que "sentir-se amado favorece a auto-estima e aumenta a sensação de felicidade e bem- estar". Como consequência, frisa, "fortalece o sistema de defesa do organismo". "Permanecer solteiro pode ser tão prejudicial à saúde quanto fumar", refere o estudo realizado no Reino Unido. Salienta ainda que "os solteiros são mais stressados e mais consumidores de álcool, porque saem frequentemente com os amigos, comem demais e trabalham além da conta".
Estas conclusões fundamentam as vantagens do casamento.

Fonte: Agência LUSA

4 comentários:

Sailor Girl disse...

Continuação:

«A fonte refere que, em Portugal, o matrimónio acontece cada vez mais tarde. Apesar disso, acrescenta, um estudo efectuado em 2005 pelas Selecções do Readers Digest aponta que "o casamento representava a terceira maior instituição do país, merecendo 66 por cento das preferências dos inquiridos".

Existe ainda um estudo conjunto, efectuado pelos institutos nacionais de estatística de Portugal e de Espanha, que aponta que "a taxa de nupcialidade em 2004 continuou a apresentar uma tendência de queda em Portugal", registando 4,7 casamentos por mil habitantes, enquanto, no país vizinho, "permaneceu estabilizada em 5,1 casamentos por mil habitantes desde 2001".
Revela ainda que, em Portugal, em 2005, se registaram 48.671 casamentos, 81,2 por cento correspondentes a primeiros casamentos. Quanto a segundos casamentos, "os registos apontam para 14 por cento nos homens e 11,6 por cento nas mulheres", acrescenta a fonte.»

s.o.s. disse...

"Permanecer solteiro pode ser tão prejudicial à saúde quanto fumar", ... , ee por isso que os casamentos sao feitos em lugares para casmentos longe dos outros humanos...ee por causa dos efeitos ecundarios.

s.o.s. disse...

como ee que querem que hajam casamentos se os homens nas cidades teem medo, estao cheios, estaao borrados de medo, e naao saiem de baixo das saias das maaes ate terem cinquenta anos e as mulheres portuguesas ao inves das Alemaas que recebem €25000 quando ficam graavidas sao confrontadas com um socrates histeerico e aos gritos (o homem jaa anda de cabecca perdida) que se prepara para fazer coro com os homens borrados de medo e as condena a terem que matar os seus filhos...no fundo ee isto:
a naccao mais poderosa da europa glorifica a Mulher e aa que fica gravida daa-lhe o que um estado tem que lhe dar proteccao por todas as formas em Portugal o socrates junta-se a todos os que negam a paternidade e condena-as aa morte...para as libertar...ee como fizeram aa minha naccaao...queimaram-nos vivos para nos salvar...meteram-nos nas camaras de gaas para nos salvar...agora preparam-se para uma lei que protege os homens que teem um medo horrendo da responsabilidade e sobretudo de serem pais...em nome de libertar as mulheres...isto que a Sailor GIRL AQUI TRAZ EE A CAUSA

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Agora, depois de ler isto, entendo por que razão era a CAROCHINHA tão apreciadora da janela... Pena que o apaixonado JOÃO RATÃO tenha ficado cozido a assado no caldeirão...; o que me devolve alguma esperança, se o RATÃO se foi tlvez que a CAROCHA ainda esteja à janela...

LMC partidário do AMOR sem mentiras, de preferências em tons de azul...