sexta-feira, novembro 24, 2006

«É nossa sina não caber no berço. Desde os primórdios que somos emigrantes. O português pré-histórico já era aventureiro, navegador, missionário, semeador de cultura. (…) Todos os caminhos transversais de Portugal vêm ter ao mar. Verificá-lo, é avivar na consciência a nossa razão de ser. Que nascemos para embarcar. Ou de imediato, ou na lembrança ou na imaginação.» Miguel Torga

1 comentário:

s.o.s. disse...

é o Oceano era o deus romano do atlãntico...o nosso mar...que uniu todos os mares..no azul do céu da bandeira do atlânticoazul