segunda-feira, dezembro 25, 2006

"E se mais mundo houvera..."

A formação de impérios já não está na moda e raramente se escutam argumentos sobre os «direitos da primeira descoberta». Por isso mesmo, a história da Austrália deixou de ser uma parte da história imperial britânica e está a encontrar os seus alicerces. Kenneth Gordon Mc Intyre expôs a descoberta portuguesa da Austrália num livro que merece ser mais divulgado de 1982. Sem passar pela humilhação e o desrespeito do seu antecessor Collingridge, ainda falta maior recepção em Portugal numa causa muito mais interessante e sólida do que saber se Cólon era ou não português. Os jornais, a rádio e a televisão e as Universidades australianas admitem agora e abrem as suas portas aos que se dedicam à descoberta ­Portuguesa da Austrália. Já não é antipatriótico sugerir que, afinal, foram talvez os Portugueses que descobriram a costa leste da Austrália.
(Segue mais dentro de dias…)

Como curiosiudade siga o link paea um cenário se a Austrália tivesse sido Portuguesa, no império do jardim das rosas em que surgiu no final um espinho".
The Portuguese Promise the world a rose garden in their antipodean colony, Lusitania.

1 comentário:

Sailor Girl disse...

E S T O U P A S M A !...
Extraordinário, fartamo-nos de navegar!... Mais uma verdade a repor?

FELIZ NATAL!